20 outubro, 2009

Vaticano aprova normativa especial para acolher anglicanos: estrutura prevê conservar patrimônio espiritual e litúrgico das comunidades

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (20) a disposição de acolher na Igreja Católica os anglicanos e, para isso, aprovou uma Constituição Apostólica que contempla a concessão de uma divisão pessoal, similar à do Opus Dei e dos Ordinariatos Militares.

A norma de máxima categoria prevê a ordenação de clérigos casados anglicanos como sacerdotes católicos, embora não a de homens casados como bispos, alinhado à tradição católica e ortodoxa.

O anúncio foi feito pelo cardeal William Joseph Levada, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, e pelo arcebispo Joseph Di Noia, secretário da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Levada informou que, com esta Constituição Apostólica, a Igreja Católica responde aos inúmeros pedidos feitos à Santa Sé por grupos anglicanos de diferentes países que desejam entrar em plena e visível comunhão com a Igreja Católica.

Com esse objetivo, o Papa Bento XVI aprovou uma estrutura canônica que prevê a criação de ordinariatos pessoais, ou seja, cada comunidade anglicana que entrar na Igreja Católica dependerá de um bispo particular e não do diocesano, como ocorre com o Opus Dei.

Assim, as comunidades anglicanas conservarão seu patrimônio espiritual e litúrgico anglicano.

A Constituição Apostólica contempla que o chefe da diocese possa ser um sacerdote ou um bispo não casado.

Os ordinariatos pessoais serão criados conforme as necessidades.

O cardeal encarregado da defesa da ortodoxia da fé católica detalhou que a medida do Vaticano está alinhada ao compromisso para o diálogo ecumênico.

"A iniciativa é consequência do desejo de vários grupos de anglicanos de compartilhar a fé católica. Por isso, chegou o tempo de expressar essa união implícita de uma forma visível de plena comunhão", acrescentou Levada.
________________________________________________________________
Matéria extraida da EFE no site G1.
Endereço: http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1348257-5602,00-VATICANO+APROVA+NORMATIVA+ESPECIAL+PARA+ACOLHER+ANGLICANOS.html

2 Comments:

At outubro 24, 2009, Blogger Laguardia said...

Sou membro da Igreja Metodista do Planalto em Belo Horizonte. Tenho um blog o Brasil Liberdade e Democracia.
(http://brasillivreedemocrata.blogspot.com) Convido os irmãos a se juntarem a nós na luta por um Brasil onde os princípios cristãos de ética, honestidade e moral são observados e respeitados.

 
At outubro 24, 2009, Blogger SIMEI said...

Na década de 70 eu éra seguidor de uma denominada Igreja Evangélica, neste tempos muito se falavam no "Ecumenismo", mas a principal rejeição principamente por parte dos que eram contra, é porque o dito Ecumenismo as rédeas seria da Igreja Católica Apostólica Romana. Quer dizer: As outras denominações teriam que ser submissas aos Católicos, e isso de certa forma "pegou", sendo ou não uma propadanda enganosa.

Hoje estou fora como seguidor, procuro entender mais as "teses" que a Bíblia sugere. Hoje tenho mais interrogação que exclamação.

Tenho percebido - como esta última postagem mostra - que a Igreja Católica tem se preocupado em recuperar o terreno perdido, principalmente perda de terreno para as igrejas chamadas populares. As igrejas tradicionais não a preocupa muito, pois não são tão diferentes, exceto nas liturgias, santos e blá blá blá...

Só queria que a Igreja Católica Apostólica Romana, reconquistasse o "terreno perdido" reparando seus erros quando exploravam fieis a custa da ignorância dos mesmos, fazendo Leis e chantagiando mentes. Isso desde o descobrimento do Brasil. Hoje se fazem donos da verdade, opinando em tudo como se ninguém lesse história.

Saudações.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home