13 setembro, 2007

Café Teológico em Maringá: Monge Eduardo apresenta os conceitos básicos do Budismo: milenarismo, modernidade e fuga da religião de mercado


"Se alguém de outra religião, por algum motivo, procura o budismo, nosso empenho é para que volte a sua religião sendo um fiel melhor... Quando nós, budistas, conseguimos isso, sentimos que alcançamos um feito magnífico. Não é nossa prioridade, "converter" pessoas ao budismo".
A fala do monge surpreendeu.... Justamente porque a realidade moderna religiosa e a religião de mercado visa o crescimento, quase a qualquer custo.
"Muitos budistas não conseguem descrever o budismo em conceitos. Especialmente o conceito de um "Deus". Mas, mais importante que conceitos é a vivência da espiritualidade e de uma religiosidade ativa no mundo. A paz, o respeito ao semelhante, a contribuição solidária no mundo, absorve e supre a necessidade de se formular "conceitos" sobre "um" Deus."

Esse foi outro ponto alto na fala do Monge Eduardo que, como de costume, apaixona os que dele se aproximam, nem que seja por um tempo curto.
Ficou aquele gostinho de "quero mais" entre os 29 presentes no café teológico.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home