18 dezembro, 2006

Igreja Metodista da América Latina

BOLÍVIA
Metodistas destacam diversidade étnica e pedem paz

COCHABAMBA, 18 de dezembro (ALC) – Carta pastoral emitida pela XIX Assembléia Geral da Igreja Evangélica Metodista na Bolívia, reunida dias 15 e 16 de dezembro na cidade de Cochamba, destaca a diversidade étnica e geográfica do país e o confronto que essa situação gerou. “Já há muitos cadáveres e estes não solucionam nenhum problema”, diz a carta, que frisa o valor da vida.

“Essa busca de diferenças nos levou perigosamente a confrontações, não só ideológicas, senão também raciais, econômicas, discriminatórias, excludentes, sem nos darmos conta da riqueza que significa viver numa sociedade com diversidade, com liberdade, com direitos e obrigações”, expressam os metodistas na carta pastoral assinada pelo bispo Carlos Poma.

A Carta Pastoral pede, contudo, muito cuidado, pois “há atitudes que podem levar ao colapso e também ao risco de atentar contra o dom mais sagrado, que é a vida humana".

A Igreja Evangélica Metodista na Bolívia destacou sua autoridade moral para falar da possibilidade real de conviver em paz na diversidade. "Entendemos que apesar da diversidade com que fomos criados, podemos viver, trabalhar, levar a mensagem de Deus juntos, unidos, Aimaras, Quechuas, Cambas, Collas, Chapacos, Guaranis. Estamos servindo há 100 anos em todas as regiões de nossa amada Bolívia em educação, saúde, obra rural e na evangelização. Nossos líderes são diversos, temos bispos e pastores Aimaras, Quechuas, de classe média, e aprendemos a amá-los e respeitá-los seguros da missão que cada um traz implícito", assinalam.

Os metodistas desafiam, nestes tempos difíceis, os bolivianos a denunciarem qualquer ato de violência que signifique injustiça, e a optarem pelo diálogo e pelo acordo. "Já há muitos cadáveres e estes não solucionam nenhum problema. A vida é o único vínculo que nos dá esperança, porque é um dom de Deus. Há um povo sofrido, sem teto, sem trabalho, que tem que emigrar, deixar suas famílias, filhos abandonados que esperam com desesperança", reclamam.

A carta pastoral convida os bolivianos a encontrarem caminhos, sem paixões, que deixem as diferenças de lado e utilizem os talentos e inteligência para fazer a vida de todos e todas mais humana e digna.
------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação
Rua Ernesto Silva, 83/301
93042-740 São Leopoldo - RS
Telefone (51) 3592.0416
Correo-e: edelbehs@alcnoticias.org
http://www.alcnoticias.org

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home