25 dezembro, 2007

O Natal de Jesus é para nos lembrar do porque fomos chamados à existência: para viver abundantemente

Vivemos num tempo em que tudo ao nosso redor gira velozmente, em que as pessoas passam sem dizer, dizem sem pensar...

Nesse tempo de Advento e vésperas de Natal pensei em você e em muitos dos nossos amigos e dediquei um tempinho para lhes escrever algumas palavras sobre Natal, Advento e a nossa vida cristã.

Os 4 domingos que antecendem ao dia de Natal no calendário litúrgico cristão são a estação ou período litúrgico do Advento. Tempo de preparo para o Natal e de recomeço. Não apenas de um ano novo que já pela fé antevemos, mas um recomeço de nossa vida cristã e de nosso compromisso de amor e solidariedade com o mundo que Deus amou e continua amando, seja as pessoas, seja o meio ambiente, seja o planeta.

Aqui em casa temos uma coroa do Advento e a cada semana reunimos a família para relembrar os textos bíblicos referentes ao Natal (ao Natal de Jesus e não o Natal do shopping!), cantar as velhas canções que falam do amor de Deus revelado no menino Jesus naquela primeira noite de Natal.

No dia de Natal, de 24 pra 25/12, celebramos o Natal. Antes da Ceia e da troca de presentes, empregamos uns 30 minutos para relembrar que somos cristãos, a nossa fé em Jesus Cristo e no Evangelho e as histórias maravilhosas sobre o nascimento do menino Jesus.

Por que ele nasceu? Opróprio Senhor Jesus nos disse: "Eu vim para que tenham vida e vida com abundância" (Evangelho de São João 10:10).

Não nascemos apenas como resultado de uma evolução, mas de um gesto concreto de amor. Não nascemos apenas para cumprir o ciclo biológico de crescer, reproduzir e morrer, mas nascemos para a experiência de viver, de conviver, de amar as pessoas e sermos amados e nos sentir bem vivos e felizes por causa disso.

Ele veio nos desafiar e nos ajudar a viver em paz uns com os outros.

Ou melhor, Jesus veio:
1 - Para nos reconciliar com Deus (restabelecer amizade),
2 - com o próximo (estabelecer o companheirismo ético e solidário que nos faz superar a solidão e a desumanização),
3 - com o restante da Criação (um compromisso ecológico com a fauna, a flora, o planeta e com as pessoas também)
4 - e restabelecer a paz da pessoa com ela mesma, pois às vezes o diabo (o mal) não está fora de nós, mas dentro.

Talvez por isso a necessidade de tanta gente se embebedar, se drogar, se automedicar com Lexotan e Haldol... pra afogar uma mágoa, libertar-se de um passado ruim, buscar coragem pra enfrentar o futuro, alienar-se de um presente medíocre, solitário, mecânico, superficial, amargo, sem sonhos, sem perdão, e sem aquelas relações humanas gostosas de amor e paixão que dão ânimo, motivação, cor, sabor e sentido à vida e ao trabalho, como se trouzesse o gosto de sol no meio da escuridão...

Como diz Mário Quintana, "Quem não sonha o azul do vôo perde o seu poder de ser pássaro!"

O Natal de Jesus é pra lembrar quem somos. Somos mais do que aparentamos. Somos mais que um número. Somos mais que a profissão que exercemos. Somos mais do que pensamos ou sentimos. Somos pessoas, somos gente... criada pra viver... criada pra ser humana... criada para amar... e assim então poder brilhar e bem viver.

Há algumas poesias de canções populares que nos falam desses desafios, desses valores, desse bem viver que dá brilho à vida:
- "Devia ter complicado menos, Trabalhado menos. Ter visto o sol se pôr. Devia ter me importado menos Com problemas pequenos. Ter morrido de amor. Queria ter aceitado a vida como ela é...(Titãs).
- "Ah! meu Deus eu sei, eu sei, Que a vida devia ser bem melhor e será, Mas isso não impede que eu repita: É bonita, é bonita e é bonita! Viver, e não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz" (Gonzaguinha).
- "Os olhos já não podem ver coisas que só o coração pode entender. Fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho! O resto é mar, é tudo que eu nem sei contar..." (Tom Jobim).
- "É preciso amar as pessoas Como se não houvesse amanhã..." (Dado Villa Lobos, Renato Russo e Marcelo Bonfá)...
- "Eu vejo os céus azuis e as nuvens brancas, O brilho do dia abençoado, a sagrada noite escura, E eu penso comigo... que mundo maravilhoso" (Bob Thiele e George David Weiss em "Wonderful World, imortalizada na voz de Louis Armstrong).

E como nos esquecer da música "HAPPY XMAS (War Is Over)" de John Lennon?
Então é natal
E o que você tem feito?
Um outro ano se foi
E um novo apenas começa
E então é natal
Espero que tenhas alegria
O proximo e querido
O velho e o Jovem
Um alegre Natal

E um feliz ano novo
Vamos esperar que seja um bom ano
Sem sofrimento
E então é natal
Para o fraco e para o forte
Para o rico e para o pobre
O mundo é tão errado
E então feliz natal
Para o negro e para o branco
Para o amarelo e para o vermelho

Vamos parar com todas as lutas
Um alegre Natal
E um feliz ano Novo
Vamos esperar que seja um bom ano
Sem sofrimento

E então é Natal
E o que você fez?
Um outro ano se foi
E um novo apenas começa
E então feliz Natal
Esperamos que tenhas alegria
O proximo e querido
O velho e o Jovem
Um alegre Natal
E um feliz ano novo
Vamos esperar que seja um bom ano
Sem sofrimento
A guerra acabou,
se você quiser
A guerra acabou agora
Feliz Natal.
Bom Natal!

Ronan, Roséte e família Andrade Boechat de Amorim

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home