12 janeiro, 2008

Líderes religiosos oram pela reconciliação

NAIROBI, Kenia, Janeiro 10, 2008. Cerca de 50 líderes religiosos de comunidades cristãs e muçulmanas do bairro de Korogocho, da capital Nairobi, realizaram uma vigília de oração pela paz e a reconciliação nesta quarta-feira, 9, no campo desportivo da escola primária Ngunyumu.

Korogocho é um dos bairros periféricos da capital mais devastados pela violência que sacudiu diferentes partes do Quênia depois da divulgação do resultado das recentes eleições gerais. Em Korogocho, como em outras partes do país, a violência tomou um caráter tribal. No bairro, 18 pessoas foram mortas, centenas de residentes tiveram que fugir e várias propriedades destruídas.

Existe muita animosidade e desconfiança disseminadas entre as diferentes comunidades étnicas em Korogocho. Criminosos aproveitaram a situação de caos e saquearam lojas e departamentos comerciais. A região sofre com a escassez de alimentos, já que os transportadores de mantimentos não podem chegar ao único mercado que permanece aberto em Korogocho e arredores. Os preços dos produtos básicos e dos combustíveis triplicaram, perpetuando o sofrimento dos mais pobres.

Nos últimos dias, os religiosos, agrupados sob a bandeira da associação de líderes espirituais de Korogocho (KOSLA, a sigla em inglês), foram muito hábeis na criação de uma cultura de paz no bairro, favorecendo a redução do clima de tensão entre os moradores.

Foram organizados encontros de paz em diferentes setores de Korogocho. O encontro de oração da quarta-feira contou com a participação de embaixadores, de representantes da administração estadual, de religiosos e moradores vizinhos. Durante o evento, líderes religiosos divulgaram uma declaração conjunta intitulada “Procure a paz e segue-a!” (Salmo 34), dirigindo uma exortação aos políticos do Quênia.

Também fizeram um chamado à continuação da corrente de oração pela paz no Quênia e em todas as comunidades cristãs do mundo.

---------------------------------------------------------------------------
Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home