15 fevereiro, 2008

A Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e a Igreja Evangélica Lao foram recebidas oficialmente no Conselho Mundial de Igrejas

A Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e a Igreja Evangélica Lao foram recebidas oficialmente na comunidade fraternal do Conselho Mundial de Igrejas - CMI

A Igreja Presbiteriana Independente do Brasil e a Igreja Evangélica Lao foram recebidas oficialmente na comunidade fraternal do Conselho Mundial de Igrejas, na primeira sessão do organismo do Comitê Central, reunido em Genebra de 13 a 20 de fevereiro de 2008.

Com elas, a membresia do Conselho consiste agora em 347 igrejas, denominações e comunidades de igrejas em mais de 110 países e territórios de todo o mundo, que representam cerca de 560 milhões de cristãos.

A Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (IPIB) constituiu-se em 1903, sob a liderança do Rev. Eduardo Carlos Pereira, que lutava por uma igreja independente dos missionários norte-americanos que tinham chegado ao país em 1859.

Apesar das dificuldades econômicas e a carência de pastores que dificultaram o início do trabalho, em 1905, a igreja já pôde organizar um seminário teológico, e adquiriu em 1914 seu primeiro edifício em São Paulo. Nas décadas subseqüentes, a igreja organizou seu trabalho diaconal, iniciando o primeiro movimento de diaconisas no país e cresceu.

Hoje a Igreja Independente do Brasil, que adotou com sua Confissão de Fé de Westminster, faz parte da Aliança Mundial das igrejas Presbiterianas e Reformadas - é organizado em 15 sínodos, 52 presbitérios e 502 congregações, com mais de 95.000 membros. A IPIB tem congregações em todos os estados do Brasil e além de seu trabalho religioso, presta serviços sociais à comunidade.

Por outro lado, a Igreja Evangélica Lao (IEL) foi estabelecida em 1956, fruto dos esforços dos pioneiros protestantes suecos, da Igreja dos irmãos da Suíça e dos missionários da Aliança Cristã e Missionária.

Embora a igreja tenha sido reconhecida oficialmente pelo governo real da Lao em 1960, ela se viu negativamente afetada pelas mudanças do governo de 1975, quando o Lao de Pathet, movimento de orientação comunista, chegou ao poder depois de uma prolongada guerra civil. Assim, entre 1975 e 1990 a IEL não teve contatos com o mundo exterior e viveu em um contexto de severas restrições de liberdade religiosa.

Após a abertura política da década de 90, a IEL experimentou um crescimento sensível em sua membresia. Hoje conta com trezentas congregações e cem mil membros, e estabeleceu recentemente uma escola de Estudos Biblicos em Vientiane, a capital do país.

A Igreja Evangélica Lao é a maior denominação cristã em Laos, e é membro da Conferência Cristã da Ásia desde 1967.

Maiores informações sobre a reunião do Comitê Central do CMI:
http://www.oikoumene.org/es/events-sections/cc2008.html

Maiores informações sobre a Igreja Independente do Brasil (em inglês):
http://www.oikoumene.org/?id=5534

Maiores informações sobre a Igreja Evangélica Lao (em inglês):
http://www.oikoumene.org/?id=5533

(*) Matéria extraída do site da Igreja Metodista - http://www.metodista.org.br/index.jsp?conteudo=6056

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home